Pardal-Francês (Petronia petronia)

  • Pardal-francês-Petronia-petronia-01Pardal-francês-Petronia-petronia-01
  • Pardal-francês-Petronia-petronia-02Pardal-francês-Petronia-petronia-02

Museu Virtual Category: PATRIMÓNIO NATURAL, Biologia, Fauna e AvesMuseu Virtual Tags: fauna, pardal e património natural

Info
Info
Fotografias
Mapa de Localização
Itens Relacionados
  • Pardal-Francês (Petronia petronia)

     

    Identificação

    À primeira vista faz lembrar uma fêmea de pardal-comum, contudo uma observação atenta permitirá detetar algumas diferenças: a lista supraciliar é mais marcada, existe uma lista clara no alto da coroa e as retrizes têm pintas brancas nas extremidades (bem visíveis em voo). A mancha amarela do peito, referida em muitos guias de campo, é difícil de observar. Os seus chamamentos, muito característicos, ajudam a localizar esta espécie e confirmam geralmente a identificação.

     

    Distribuição

    A sua distribuição mundial estende-se pelo Sul de Europa, Norte de África, Médio Oriente e da Ásia Central até o Leste da Manchúria (Hagemeijer & Blair 1997) No Arquipélago da Madeira ocorre nas Ilhas da Madeira e Porto Santo, onde é pouco abundante. Alguns autores referem a sua nidificação nas Desertas (e.g. Bannerman 1965), contudo nos últimos anos não têm surgido quaisquer evidências de que isso ocorra.

     

    População

    No Arquipélago da Madeira, com base nos levantamentos efetuados para o Novo Atlas das Aves que Nidificam em Portugal estima-se que a população desta subespécie deverá situar-se entre 250 e 2.500 indivíduos maturos (Oliveira & Menezes 2004). Historicamente parece ter sido uma população bastante mais abundante e com uma distribuição mais ampla, contudo nos últimos dez anos, aparentemente, as populações têm-se mantido estáveis. Em termos de estatuto de ameaça a nível da Europa, a espécie é considerada Não Ameaçada (BirdLife International 2004).

     

    Habitat

    Pode ser encontrado em locais com vegetação rasteira, falésias sobre o mar e áreas cultivadas. Ocorre fundamentalmente em cotas mais baixas podendo ser encontrado, contudo, nas zonas altas da Ilha da Madeira. Historicamente o seu habitat incluía zonas humanizadas e urbanas.

     

    Fatores de Ameaça

    Historicamente a competição com o pardal-espanhol Passer hispaniolensis é apontada como a causa do grande declínio populacional verificado e da drástica redução da sua área de distribuição. Contudo apesar de esta ser uma explicação bastante aceitável, não existem dados concretas que a confirmem. Para todos os efeitos, hoje em dia esta é uma ameaça que não existe, em virtude do pardal-espanhol também ter passado por uma fase de declínio acentuado dos seus efetivos populacionais.

     

    Medidas de Conservação

    Não existe um plano de ação ou qualquer medida de gestão dirigida a esta espécie estando, contudo, algumas áreas do seu habitat protegidas com o estatuto de Reserva Integral e de Reserva Parcial. Será importante a delineação de uma estratégia de monitorização, que permita definir claramente a sua tendência populacional, para que possam ser tomadas medidas adequadas. Notas No Continente, a espécie encontra-se em situação Pouco Preocupante (LC), apresentando uma população numerosa e com distribuição alargada.

     

    Bibliografia
    Websites Consultados

    http://www.icnf.pt/portal/naturaclas/patrinatur/lvv/resource/doc/aves/pet-pet

    http://www.avesdeportugal.info/petpet.html

     

  • No Records Found

    Sorry, no record were found. Please adjust your search criteria and try again.