Poupa (Upupa epops)

  • Poupa-Upupa-epops-01Poupa-Upupa-epops-01
  • Poupa-Upupa-epops-02Poupa-Upupa-epops-02
  • Poupa-Upupa-epops-03Poupa-Upupa-epops-03

Museu Virtual Category: PATRIMÓNIO NATURAL, Biologia, Fauna e AvesMuseu Virtual Tags: fauna, património natural e poupa

Info
Info
Fotografias
Mapa de Localização
Itens Relacionados
  • Poupa (Upupa epops)

     

    Identificação

    Inconfundível, com o seu característico padrão preto e branco nas asas e a cabeça e pescoço ocres. No entanto, a particularidade morfológica mais óbvia desta ave é a sua crista (poupa) pronunciada, orlada por pontas pretas, que, quando levantada, se assemelha a um leque. Emite uma vocalização extremamente fácil de ser identificada, um pouco semelhante ao cuco.

     

    Distribuição

    Distribui-se nas zonas temperadas e subtropicais, das Ilhas Canárias até à costa chinesa do Pacífico, a oeste e até à Sibéria, a este (Hagemeijer & Blair 1997).

    No arquipélago da Madeira a sua nidificação só está confirmada para o Porto Santo, onde é abundante (Câmara 1997). No que diz respeito à ilha da Madeira é uma ave rara, cuja nidificação não está confirmada.

     

    População

    No arquipélago da Madeira, com base nos levantamentos efetuados para o Novo Atlas das Aves que Nidificam em Portugal estima-se que a população desta subespécie deverá se situar entre 250 e 2.500 indivíduos maturos (Oliveira & Menezes 2004). A sua tendência populacional não é conhecida, mas provavelmente é estável. Em termos de estatuto de ameaça a nível da Europa, a espécie é considerada Em Declínio, embora ainda provisoriamente (BirdLife International 2004).

     

    Habitat

    É uma ave que usa muito o solo pelo que o seu habitat envolve áreas com um coberto vegetal herbáceo ou arbustivo pouco denso e áreas agrícolas. No geral trata-se de uma espécie que procura zonas secas.

     

    Fatores de Ameaça

    Apesar de serem escassos os conhecimentos existentes sobre esta espécie, a julgar pela sua tendência populacional não existem ameaças que, pelo menos a curto prazo, ponham em risco a perenidade da mesma (Oliveira 1999).

     

    Medidas de Conservação

    Não existe um plano de gestão dirigido exclusivamente a esta espécie e a sua principal área de ocorrência não tem qualquer tipo de proteção legal. Aparentemente este nível de proteção está adequado ao seu estado de conservação. Contudo, seria importante a confirmação deste facto através de estudos no terreno e criar um esquema de monitorização da sua tendência populacional.

     

    Bibliografia
    Websites Consultados

    http://www.icnf.pt/portal/naturaclas/patrinatur/lvv/resource/doc/aves/upu-epo-pou

    http://www.avesdeportugal.info/upuepo.html

  • No Records Found

    Sorry, no record were found. Please adjust your search criteria and try again.