Capela de Nossa Senhora de Fátima (Sicó)

  • Capela-de-Nossa-Sra.-de-Fátima-Sicó-01Capela-de-Nossa-Sra.-de-Fátima-Sicó-01
  • Capela-de-Nossa-Sra.-de-Fátima-Sicó-02Capela-de-Nossa-Sra.-de-Fátima-Sicó-02
  • Capela-de-Nossa-Sra.-de-Fátima-Sicó-03Capela-de-Nossa-Sra.-de-Fátima-Sicó-03
  • Capela-de-Nossa-Sra.-de-Fátima-Sicó-04Capela-de-Nossa-Sra.-de-Fátima-Sicó-04

Museu Virtual Category: PATRIMÓNIO EDIFICADO e CapelasMuseu Virtual Tags: capela, património edificado e religião

Info
Info
Fotografias
Mapa de Localização
Itens Relacionados
  • Capela de Nossa Sra. de Fátima (Sicó)

     

    Esta pequena capela situa-se junto à Estrada Nacional n.º232, em direção a Gouveia e Seia, no lugar de Sicó. Foi construída em 1933 por iniciativa do Padre Joaquim Dias Parente, por ter muita devoção a Nossa Senhora de Fátima. Aqui têm lugar as celebrações anuais das aparições da Virgem aos pastorinhos.

    Tratando-se de uma capela recente, é de salientar que é uma das três primeiras capelas construídas de raiz, a nível mundial, em honra de Nossa Senhora de Fátima.

    Apesar da construção que agora ali se encontra ser do século XX, seguindo o tipo de arquitetura  das demais capelas que existem na vila. Na mesma zona há registo de no século XVIII ter existido uma capela de invocação a São Marcos. Na Corografia Portuguesa de 1708, António Carvalho da Costa refere “São Marcos, nos caminhos de Sicó″. Nas Memórias Paroquiais de 1758, esta surge entre as capelas anexas a Santa Maria “fora da vila”. Daí que se tenha edificado ali novo templo, pois tratava-se de um local com tradição de culto religioso.

    O edifício encontra-se num pequeno recinto ajardinado, rodeado por grandes pinheiros. As fachadas são todas rebocadas e pintadas de branco, apenas a fachada principal apresenta detalhes em granito, lateralmente, no portal (com portadas em ferro) e no óculo superior. No topo da empena triangular foi colocada  uma cruz e em ambos os lados encontram-se dois ornamentos, de forma piramidal, tudo em granito. O interior é totalmente decorado com azulejos de tons azuis, formando um padrão ritmado. O teto é trifacetado, em madeira, e pintado em azul claro. Apesar da exígua dimensão do espaço, foi colocado um altar de inspiração barroca, com volutas e motivos vegetais em talha dourada. O nicho central acolhe a imagem de Nossa Senhora de Fátima, ladeada pelos beatos pastorinhos, Francisco e Jacinta. Duas mísulas laterais, em forma de voluta, servindo de pequenos púlpitos, sustentam as imagens de São Luiz Gonzaga e de São Marcos, da referida extinta capela. A mesa de altar, de talha dourada, ocupa o restante espaço.

    No jardim exterior, defronte da capela, encontra-se um cruzeiro comemorativo, em granito, com a legenda: “Tricentenário da padroeira 1646-1946″.

     

    Estado de conservação

    Bom à data de 19-09-2014

     

    Bibliografia

    Antologia I – Depoimentos Histórico – Etnográficos sobre Manteigas e Sameiro, José Lucas Baptista Duarte, Edição da Câmara Municipal de Manteigas, 1985

    “Padre Joaquim Dias Parente” – O Homem. A Obra. A Missão. A Mensagem. – Nos 50 anos da sua morte – 20-X-2007 – Manuel Ferreira da Silva, Paróquia de Santa Maria, Manteigas, 2007

    Dicionário Enciclopédico das Freguesias – 3º volume, Editora ANAFRE, 1997

     

    Fontes:

    Corografia Portuguesa, 1708, António Carvalho da Costa, pág. 351

    Memórias Paroquiais de 1758, reunidas pelo Padre Luís Cardoso

  • No Records Found

    Sorry, no record were found. Please adjust your search criteria and try again.