Lagartixa-do-Mato (Psammodromus Algirus)

  • Lagartixa-do-mato-01Lagartixa-do-mato-01
  • Lagartixa-do-mato-03Lagartixa-do-mato-03

Museu Virtual Category: PATRIMÓNIO NATURAL, Biologia, Fauna e RépteisMuseu Virtual Tags: fauna, lagartixa e património natural

Info
Info
Fotografias
Mapa de Localização
Itens Relacionados
  • Lagartixa-do-Mato (Psammodromus Algirus)

    Classe: Reptilia         Família: Lacertidae

    Ordem: Sauria          Género: Psammodromus

    Identificação O corpo da lagartixa-do-mato (Psammodromus algirus) pode atingir um comprimento de 9 cm e a cauda atinge normalmente mais do dobro do comprimento do corpo, exceto quando regenerada. Estes animais são aplanados e têm membros pentadáctilos. As escamas dorsais são geralmente imbricadas, pontiagudas e com uma carena central (saliência longitudinal). Dorsal e lateralmente apresentam tons pardos ou esverdeados, com duas linhas dorso-laterais nítidas de cor amarelada ou branca. O ventre é esbranquiçado. Por trás da inserção dos membros existem geralmente manchas azuladas. Na região posterior do corpo e começo da cauda, as tonalidades são mais avermelhadas. A coloração dos juvenis é semelhante, embora as linhas dorso-laterais possam não ser tão nítidas.

    Os machos têm cabeças mais altas e são mais robustos. Além disso, durante o período de reprodução apresentam a garganta e a parte lateral da cabeça pigmentadas de laranja ou vermelho. As linhas dorso-laterais são mais nítidas e marcadas nas fêmeas; nalguns machos com mais idade chegam mesmo a desaparecer.

    Distribuição Esta espécie ocupa o sul da Europa ocidental e o norte de África. Está presente em todo o país e em quase toda a Península Ibérica. É a lagartixa mais abundante da metade sul da Península Ibérica, não sendo por isso considerada ameaçada.
    Habitat Embora esteja adaptada a uma grande variedade de habitats, esta espécie é mais comum nos matos e bosques mediterrânicos, onde ocupa preferencialmente os substratos de manta morta, em locais com alguma cobertura arbustiva. Pode também trepar a arbustos e árvores. Encontra-se desde o nível do mar até aos 2600 m (Serra Nevada).
    Alimentação É essencialmente insectívora. A dieta é muito variada, embora tenha preferência por presas terrestres, como escaravelhos, gafanhotos, aranhas, formigas e pseudoescorpiões. Esporadicamente também consome elementos vegetais (sementes e frutos) e pequenas lagartixas, que poderão ou não ser da própria espécie.
    Reprodução A época de reprodução começa na Primavera e estende-se até à primeira metade do Verão. O desenvolvimento dos ovos no interior das fêmeas pode durar entre 14 e 26 dias. O período de postura estende-se normalmente de Maio a Julho e pode incluir 2 ou 3 posturas diferentes. Estas são constituídas por 2 a 11 ovos, que medem cerca de 13 mm de comprimento. A eclosão dá-se entre Agosto e Outubro, após um período de incubação que dura 2 a 3 meses. A lagartixa-do-mato atinge a maturidade sexual durante o primeiro ou segundo ano de vida, dependendo das populações. Em liberdade pode viver até aos 7 anos.
    Inimigos Naturais Entre os inimigos naturais incluem-se mamíferos (raposas, genetas e lontras), aves de rapina, garças, cegonhas, estorninhos e vários répteis como o sardão, o camaleão, a víbora-cornuda e várias cobras.
    Atividade Nas regiões mais quentes da Península Ibérica podem permanecer ativas mesmo no Inverno. O máximo de atividade corresponde aos meses de Abril e Maio. No ciclo circadiano apresentam dois picos de atividade, um de manhã e outro à tarde. No entanto, no Verão é possível observar indivíduos ativos mesmo durante a noite.
    Estatuto de Conservação Nacional: Não ameaçada (NT)
    Fatores de Ameaça As populações de lagartixa-do-mato sofreram uma redução acentuada, como consequência da alteração do uso dos solos, particularmente com o aumento das monoculturas cerealíferas, da desflorestação massiva e dos incêndios florestais. No entanto, a maior parte das populações ainda apresenta uma abundância elevada.

     

    Bibliografia
    Websites Consultados

    http://naturlink.sapo.pt/Natureza-e-Ambiente/Fichas-de-Especies/content/Ficha-da-Lagartixa-do-mato?bl=1

  • No Records Found

    Sorry, no record were found. Please adjust your search criteria and try again.